Música, oficinas de artesanato e sorteio de brindes foram as atrações da festa. (Fotos: Léo Costa)

Jornalista: Jamile Carvalho

O Dia Internacional da Mulher é celebrado neste domingo, dia 8 de março, mas a Prefeitura de Boa Vista por meio da Fundação de Educação, Turismo, Esporte e Cultura (Fetec), preparou neste sábado, 7, um evento especial ‘para elas’ com muita música, Feirinha de Artesanato, sorteio de brindes e oficinas, no Centro de Artesanato Velia Coutinho, no Complexo Ayrton Senna.



Enquanto conheciam as lojas do centro ou paravam para ver e comprar algum produto na Feirinha de Artesanato, o público ouvia uma boa música ao vivo. Este é o primeiro de uma série de eventos acorrerá no centro, no primeiro sábado de cada mês, como explicou a superintendente de Turismo da Fetec, Alda Amorim.


“A ideia é dá ainda mais visibilidade ao Centro de Artesanato. A proposta é fazer um evento temático no primeiro sábado de cada mês. O primeiro está sendo para homenagear as mulheres, com a Feirinha de Artesanato, oficinas e sorteio de brindes. Queremos promover as peças dos profissionais, pois o Centro hoje é o melhor e mais variado local em Boa Vista em souvenir e artesanato regional”, garantiu. 

Alda Amorim - superintendente de Turismo da Fetec 


Foram oferecidas às mulheres oficinas de bordado e biscuit. A estudante Valderniza Pereira André, estava visitando o local e aproveitou para fazer a oficina de bordado. “Eu ainda não tinha participado de uma oficina assim, gostei e achei muito bacana, um conhecimento a mais e diferenciado, aprendi a fazer o ponto cruz”, contou.

Valderniza Pereira Andre – estudante 


Quem também visitou o Centro e participou do evento foi a funcionária pública, Vera Regina Oliveira, que se emocionou com a homenagem às mulheres. “Eu acho muito legal esses eventos e amanhã será o Dia da Mulher e a prefeitura faz essa festa tão linda para família. Quero parabenizar pelo trabalho e pela valorização dos nossos artesãos”, frisou.

Vera Regina Oliveira – funcionária pública


Centro de Turismo, Artesanato e Geração de Renda Velia Coutinho – Implantado desde 2003, o centro é um espaço estruturado e climatizado com produtos e peças diversificadas de artesanato, comercializados em quatro lojas e proporciona geração de emprego e renda, além de valorizar os artesãos da região. A prefeitura tem apoiado e incentivado esses trabalhos que retratam a história e valoriza a cultura local. O Centro funciona de segunda a sexta-feira, das 9h às 13h e das 15h às 19h e aos sábados das 15h às 19h.

Centro de Artesanato Velia Coutinho foi palco de homenagem às mulheres no fim de semana


Jornalista: Fábio Cavalcante

Em sua segunda vinda a Boa Vista, o maestro João Carlos Martins apresentou neste sábado, 15, o projeto “Orquestrando o Brasil”, culminando com um concerto na praça Fábio Marques Paracat que contou com mais de 170 músicos de Boa Vista no palco. O evento teve a parceria da Prefeitura de Boa Vista, com foco em valorizar e reconhecer os talentos existentes no campo das artes.

O concerto contou com a participação de jovens musicistas que compõem os projetos sociais do Instituto Boa Vista de Música (IBVM), como Orquestra de Câmara, Orquestra Infantojuvenil, Banda Juvenil, Coral Infantil do IBVM, além do Coral Cênico da Fetec e alunos do curso de Música da Universidade Federal de Roraima.

No repertório, os músicos entoaram canções regionais, como Makunaimando, de Neuber Uchôa e Zeca Preto, além de temas de filmes e animações, como Aladdim. O ponto alto do concerto foi a participação do próprio maestro, interpretando ao piano com as orquestras o clássico Ária da 4ª Corda (J. S. Bach), e na regência de todos os grupos, na obra “Jesus, alegria dos homens”, também de Bach.


A prefeita Teresa Surita recebeu e homenageou o maestro, ressaltando que Boa Vista tem se tornado uma capital com grande ênfase na cultura e nas artes e isso fica claro com a quantidade de crianças e adolescentes envolvidos com as atividades musicais na cidade, principalmente no IBVM.

“É com grande alegria que recebemos o maestro João Carlos Martins, que é reconhecido mundialmente por seu trabalho voltado à sociedade. Nós, enquanto prefeitura, temos investido nos talentos existentes aqui, por entendermos que a música é uma ótima ferramenta de transformação social. E temos nos orgulhado muito ao ver esses meninos e meninas interpretando músicas tanto clássica quanto popular”, disse a prefeita.

A agenda do maestro em Boa Vista incluiu também uma roda de conversas no Teatro Municipal, onde conheceu o trabalho desenvolvido por regentes, maestros, professores da academia de Música e produtores culturais. Para João Carlos Martins, a capital da Primeira Infância tem grande potencial artístico e isso ficará ainda mais evidente, em nível nacional, nos próximos anos.

“Tudo o que vi aqui nesta cidade me enche de esperança, pois tive o prazer de conhecer tantos talentos que com toda a certeza vão despontar Brasil à fora. Posso dizer, dentro dos meus 60 anos de experiência, que Boa Vista está no caminho certo, sendo o melhor lugar para uma criança iniciar na musicalização”, disse.



A dona de casa Vera Lucia Balieiro levou os filhos para o concerto e se emocionou bastante, pois admira trabalhos artísticos voltados a crianças e adolescentes. “Eu fiquei impressionada, por ter um maestro como ele aqui, foi uma honra. E meus filhos gostam muito de música. Acho isso incrível porque nós estamos precisando demais isso para os jovens, pois saem das ruas, das drogas. Isso é muito importante”, comentou.

O Projeto - O Orquestrando o Brasil é um projeto de mobilização através da música idealizado pelo maestro João Carlos Martins, que reúne atualmente mais de 500 grupos de todo o país. A proposta é oferecer capacitação para regentes e músicos, além de divulgação e apoio de espetáculos. Para o presidente do IBVM, maestro Francisco Carlos Felício, o projeto é um marco para a música em Boa Vista.

“Acredito que daqui para frente é um novo momento na música, principalmente para o IBVM. A passagem do maestro por aqui com esse projeto vem muito a contribuir. Desde Heitor Villa-Lobos, nós não temos um projeto tão arrojado, que vem apoiar todo os músicos do Brasil. E nos sentimos gratificados em fazer parte disso, graças ao apoio da Prefeitura de Boa Vista”, concluiu o maestro.





Orquestrando o Brasil - Praça de Boa Vista é palco de concerto com maestro João Carlos Martins



(Fotos: Thiago Silva)


Jornalista: Emanuele Pasqualotto

Está aberta a temporada 2020 de espetáculos no Teatro Municipal de Boa Vista. Neste sábado, 1º, “O Som do Silêncio” marcou o início das apresentações, trazendo um show de delicadeza, sincronismo e magia. O espetáculo de dança é estrelado e dirigido pelo bailarino roraimense Santiago Júnior, solista do Corpo de Ballet do Teatro Municipal do Rio de Janeiro. O evento contou com o apoio da Cia Aura de Dança.


Essa a segunda vez que Santiago se apresenta no Teatro Municipal. O bailarino foi um dos artistas que passaram pelo palco na inauguração. Santiago falou da emoção de poder se apresentar novamente no teatro.


“O dia da inauguração aqui foi como um sonho, um sonho lúcido, como a concretização de um destino de infância, muito parecido com a minha estreia no Teatro Municipal do Rio de Janeiro. Nos meus sonhos o Teatro Municipal fica aqui e quando eu dancei foi um sonho virando realidade, um dos momentos mais fortes da minha vida. Voltar é como reviver isso, agora vou dançar para o povo, esse é o dever do artista”, destacou.



Ana Cleia de Moraes Pacheco foi ao teatro Pela primeira vez levando a filha Débora, de 11 anos e três amiguinhas. “É lindo, primeira vez que estou entrando no teatro e pra mim está sendo magnífico. É muito bom poder participar e assistir as manifestações artísticas em Boa Vista”, disse.


O Teatro Municipal, inaugurado no fim de 2017 é o maior e mais moderno espaço cultural do Estado de Roraima. Só em 2019, passaram pelos palcos do teatro 66 espetáculos com diversos temas culturais e público de mais de 35 mil pessoas.


Programação – Outros eventos já estão agendados para esta temporada no Teatro Municipal: Miss Roraima 2020 (09/02), Pink Floyd in Concert (13/03) e Queen Experience in Concert (15/05).

O Som do Silêncio - Espetáculo com o bailarino Santiago Junior abre temporada 2020 do Teatro Municipal

Jornalista: Emanuele Pasqualotto

A Prefeitura de Boa Vista, por meio da Secretaria Municipal de Educação e Cultura, iniciou nesta quarta-feira, 22, as atividades da 7ª Semana Pedagógica. O objetivo é valorizar os profissionais e disponibilizar recursos e suporte didáticos para o gerenciamento administrativo e pedagógico das atividades escolares no ano letivo 2020 que se inicia na próxima semana.

A programação, desenvolvida no Teatro Municipal de Boa Vista, segue até este sábado, 25, das 8h às 18h30. Cerca de 2.500 educadores das 122 unidades de ensino do município participam das oficinas, palestras e workshop, entre eles, gestores, vice-gestores, coordenadores pedagógicos, professores titulares de sala de aula (inclusive do EJA), de educação física, arte-educadores e cuidadores.

O foco principal este ano é o trabalho de implementação do Currículo da Educação Infantil e, para o Ensino Fundamental, o desenvolvimento dos trabalhos em consonância com a Nova Base Nacional Comum Curricular. As palestras trabalham vários temas, entre eles, escola dos meus sonhos, o papel da criatividade e inovação, desenvolvimento humano e neurociência.
As oficinas abordarão os temas: Arte na Educação Infantil e Ensino Fundamental, alfabetização e letramento, protagonismo e desafios do professor indígena, entre outros. Entre os palestrantes estão especialistas locais e nacionais em educação.

No sábado, 25, será realizada uma programação para os gestores das unidades de ensino com temas sobre liderança, gestão e experiências exitosas com a participação de Paulo Magri, secretário municipal de Educação de Novo Horizonte, no estado de São Paulo.

Para o secretário Municipal de Educação e vice-prefeito, Arthur Henrique Machado, a troca de experiência entre os profissionais locais e nacionais é importante para que professores acompanhem o que está acontecendo no mundo em inovações relacionadas à educação.

“A proposta da jornada pedagógica é fazer com que eles [educadores] reflitam sobre novas práticas pedagógicas e que de fato coloquem em prática. São palestrantes que têm conhecimento de políticas públicas de educação, não só no Brasil, mas em todo mundo”, disse.
Segundo o secretário, o objetivo esperado com a capacitação é melhorar a qualidade do ensino em vários aspectos. “A ideia é que possamos construir uma oficina, onde os próprios professores possam propor estratégias e novas políticas públicas na educação para melhorar, por exemplo, a alfabetização no primeiro ano, o reforço escolar daqueles que precisam, garantir a inclusão do aluno com necessidade especial de forma mais intensa”, concluiu.
A gente fica na expectativa de enriquecimento de saber. Isso nos motiva a iniciar o ano letivo com energia positiva, na busca de um conhecimento mais amplo para desenvolver atividades criativas em sala de aula e acolher os alunos, na busca sempre por melhorar a qualidade pedagógica”, disse a professora da Escola Municipal Juslany Flores, Selma Maria Cunha Portela.

7ª Semana Pedagógica do município prepara educadores e gestores para o ano letivo 2020