O espetáculo vai reunir música e dramatização, contando a história de uma das maiores influências da música brasileira
Jornalista: Fábio Cavalcante
Uma das primeiras mulheres a revolucionar a música brasileira
Uma das primeiras mulheres a revolucionar a música brasileira será homenageada nesta última edição do Ciclo das Quintas do mês de maio. O Especial Chiquinha Gonzaga, que vai contar com a Orquestra de Câmara do Instituto Boa Vista de Música (IBVM) e dramatização da atriz Kaline Barroso, vai acontecer nesta quinta-feira, 30, a partir das 20h, na Sala Roraimeira do Teatro Municipal de Boa Vista.
Pianista, compositora, maestrina e uma mulher à frente do seu tempo, Francisca Edwiges Neves Gonzaga (1847-1935), mais conhecida como Chiquinha Gonzaga, é considerada uma das maiores influências da música popular brasileira, tendo unido elementos da música erudita ao popular. Neta de uma ex-escrava, Chiquinha foi a primeira mulher a reger uma orquestra no Brasil e a autora da primeira marcha carnavalesca com letra.
“Com este espetáculo, queremos mostrar ao público boa-vistense o quanto ela foi importante, não apenas para a música no Brasil, mas também para as mulheres, pois ela rompeu com o tradicionalismo, num mundo onde as mulheres não tinham vez”, afirma o presidente do IBVM, Maestro Francisco Carlos Felício.

Chiquinha Gonzaga foi a primeira mulher a reger uma orquestra no Brasil e a autora da primeira marcha carnavalesca com letra
Entre as obras mais conhecidas de Chiquinha Gonzaga que serão interpretadas no espetáculo estão “Canção dos Pastores”, “Atraente”, “Suspiro”, “Saudade”, “Abre alas”, entre outras. 
O Ciclo das Quintas é uma parceria entre o IBVM com a Prefeitura de Boa Vista e acontece sempre na primeira e na última quinta-feira de cada mês. Os ingressos para último espetáculo de maio estarão à venda na bilheteria do teatro a partir das 14h30 desta quarta  e da quinta-feira, na sede do IBVM, que está localizada no Mirandinha ou através do link: http://www.ticketphone.com.br/487, ao valor de R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 meia.

Ciclo das Quintas - Vida e obra de Chiquinha Gonzaga serão homenageadas no Teatro Municipal de Boa Vista

O espetáculo vai reunir música e dramatização, contando a história de uma das maiores influências da música brasileira
Jornalista: Fábio Cavalcante
Uma das primeiras mulheres a revolucionar a música brasileira
Uma das primeiras mulheres a revolucionar a música brasileira será homenageada nesta última edição do Ciclo das Quintas do mês de maio. O Especial Chiquinha Gonzaga, que vai contar com a Orquestra de Câmara do Instituto Boa Vista de Música (IBVM) e dramatização da atriz Kaline Barroso, vai acontecer nesta quinta-feira, 30, a partir das 20h, na Sala Roraimeira do Teatro Municipal de Boa Vista.
Pianista, compositora, maestrina e uma mulher à frente do seu tempo, Francisca Edwiges Neves Gonzaga (1847-1935), mais conhecida como Chiquinha Gonzaga, é considerada uma das maiores influências da música popular brasileira, tendo unido elementos da música erudita ao popular. Neta de uma ex-escrava, Chiquinha foi a primeira mulher a reger uma orquestra no Brasil e a autora da primeira marcha carnavalesca com letra.
“Com este espetáculo, queremos mostrar ao público boa-vistense o quanto ela foi importante, não apenas para a música no Brasil, mas também para as mulheres, pois ela rompeu com o tradicionalismo, num mundo onde as mulheres não tinham vez”, afirma o presidente do IBVM, Maestro Francisco Carlos Felício.

Chiquinha Gonzaga foi a primeira mulher a reger uma orquestra no Brasil e a autora da primeira marcha carnavalesca com letra
Entre as obras mais conhecidas de Chiquinha Gonzaga que serão interpretadas no espetáculo estão “Canção dos Pastores”, “Atraente”, “Suspiro”, “Saudade”, “Abre alas”, entre outras. 
O Ciclo das Quintas é uma parceria entre o IBVM com a Prefeitura de Boa Vista e acontece sempre na primeira e na última quinta-feira de cada mês. Os ingressos para último espetáculo de maio estarão à venda na bilheteria do teatro a partir das 14h30 desta quarta  e da quinta-feira, na sede do IBVM, que está localizada no Mirandinha ou através do link: http://www.ticketphone.com.br/487, ao valor de R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 meia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário